Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

És Loucura

 

Alma vadia, de sentimento alienado,

Pela peculiar desordem e comportamento desajustado.

Insensatez, desvario da condição espiritual,

És, pois, loucura, reflexo do transtorno intelectual.

 

Embevecido devaneio humano,

Ou veneno da ingénua ilusão?

Circunstância do indivíduo insano,

Pela persistente abstracção.

 

És delírio inebriante

De quem perde a razão,

E age de forma inconstante,

Fruto da inevitável alienação.

 

Temerosos os parasitas do preconceito,

Que não aceitam condutas ‘anormais’,

Encaram o promíscuo insensato,

Quando têm eles instantes irracionais.

 

Liliana Guerra

 

Publicado por Liliana Guerra meras-reflexoes às 04:27
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
|
1 comentário:
De Diogo a 23 de Fevereiro de 2007 às 16:13
Estão muito giros os poemas. Adorei as imagens associadas aos poemas.
Espero que essa loucura não seja o que estás a sentir...
Beijos

Comentar Post

.Usuários Online

online

.Mais Sobre: Liliana Guerra

.Relógio

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Não se esqueça de deixar seu recado neste mural


.Posts Recentes

. Citações sobre o tema EDU...

. Feliz Natal e Bom Ano Nov...

. Para acesso imediato ao s...

. Tributo a Maddie

. Desapareceu Madeleine McC...

. É Cultura de Morte!

. Num programa de rádio...

. O Que a Filosofia É

. És Loucura

. Desígnio da Resolução

. Reflexões

.Arquivos

. Maio 2008

. Dezembro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.Links

.Para entrar em contacto com Liliana Guerra utilize a caixa de e-mail.

.Rádio Meras Reflexões

.tags

. todas as tags

.Pesquisar Neste Blog

 

.Visitantes

.subscrever feeds